O Planeta está correndo risco


A revista Época dessa semana publicou um relatório do IPCC da ONU (International Panel of Climate Change ou Painel Internacional sobre Mudanças Climáticas), divulgado na última sexta dia 6, a respeito das possíveis consequências do aquecimento global sobre o mundo ate 2100.

Segundo o relatório, as geleiras tropicais dos Andes podem desaparecer nas próximas duas décadas, prejudicando o abastecimento de cidades que dependem de água do degelo, como La Paz, na Bolívia, e reduzindo zonas de agricultura irrigada, como as vinícolas do Chile e da Argentina.

Na África, a região do Sahel, já árida, pode perder de 5% a 8% de área cultivável. Os países mais populosos do mundo, China e Índia, podem ver a produção agrícola cair até 30%, mesmo investindo em mais irrigação. Uma elevação de 1 metro no nível do mar. desabrigaria milhões de pessoas em regiões como os deltas dos rios Ganges, em Bangladesh, e Mekong, no Vietnã.

O relatório também aponta algumas aparentes vantagens para os países mais frios. O calor pode acelerar o crescimento das árvores nas florestas dos Estados Unidos, do Canadá, da Nova Zelândia, Finlândia e Rússia e pode reduzir a mortalidade por doenças ligadas ao frio, como gripe e tuberculose. A Rússia e o Canadá podem até ter maior área de florestas, com o recuo das zonas permanentemente congeladas, o permafrost. A Nova Zelândia pode ganhar novas terras disponíveis para agricultura e pecuária.

Essas vantagens compensariam os traços negativos do efeito estufa? “Essa vantagem não existe, ela esconde outros problemas.” O calor aumenta a quantidade de doenças e pragas. A ruptura nos padrões de chuvas enfraquece a vegetação, adaptada a condições que predominaram por milhares de anos. Além disso, o derretimento do permafrost libera volumes imensos de metano, aprisionado no gelo nos últimos 40 mil anos. O gás é 20 vezes mais potente que o carbônico para aquecer a Terra. “Até agora, temos visto um aquecimento gradual. Se essa quantidade for para a atmosfera, o clima do planeta poderá mudar bruscamente”, afirma.

Apesar de parecer alarmante, segundo os cientístas responsáveis pelo relatório, eles dizem que seus prognósticos são conservadores, pois ainda possuem volumes insuficientes de evidências.

Em Apocalipse 16:8 está escrito que uma das pragas que cairão no final dos tempos, bem perto da volta de Jesus, seria o aquecimento do sol a tal ponto de queimar os homens como se fosse fogo. Nós estamos vendo o que o sol já está fazendo com a Terra hoje, agora imagine o sol na temperatura descrita pela bíblia !

Este é mais um motivo para hoje nos apegarmos a Deus, pois os dias descritos em apocalipse estão se aproximando, e se não abrirmos nossos olhos, pode ser tarde demais depois.

Fonte: revista Época.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Blog JA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: