Arquivo para março 2007

Esporte: Meio de integração ou de separação ?

março 29, 2007

Já podemos dizer que a imagem da semana em todos os noticiários, quer sejam revistas,jornais,tv´s,internet…, é a briga entre pai e filha ocorrida no Mundial de esportes aquáticos que está acontecendo em Melbourne na Austrália.

A nadadora ucraniana Kateryna Zubkova de 18 anos, foi agredida por seu treinador e pai Mikhail Zubkov, o suposto motivo da agressão foi por não conseguir se classficar para as semi-finais da prova de natação dos 100m costas.

A polícia local puniu o pai da nadadora proibindo-o de fica a menos de 200m de sua filha, o caso já foi a julgamento na Alemanha, o pai foi suspenso das atividades esportivas, Kateryna deu uma entrevista após o julgamento dizendo que também teve culpa pela agressão, dizendo que o motivo foi o fato de não ter rompido um namoro que desagradava ao pai e assim, o levou a bater em sua filha.

O que eu gostaria de destacar a respeito desse fato, não está relacionado com o esporte, mas sim a vontade que os pais ou pessoas responsáveis pelas crianças tem em exigir delas que sejam as melhores em tudo aquilo que praticam, não deixando que elas sintam prazer naquilo que fazem. E como este é um blog voltado para os jovens adventistas, não posso deixar de falar sobre desbravadores e aventureiros.

Quantas vezes nós já não vimos pais, diretores de clube, conselheiros, enfim, ensinando suas crianças e adolescentes a encarar um campori ou aventuri(no caso dos aventureiros) como uma competição onde ele tem que dar o melhor dele para que o clube consiga o padrão A, claro que isso não acontece no geral (graças a Deus), mas infelizmente essa competição existe, e às vezes chegam ao absurdo de gritar com a criança porque ela não foi bem na prova.

Temos que ter sempre em mente que o importante não é ganhar, mas sim competir, tudo que aprendemos nos clubes não é para o campori, mas para a vida, devemos deixar que nossas crianças e adolescentes aproveitem estes momentos para se divertirem e aprenderem coisas que irão ajudar a moldar o seu caráter na vida adulta.

Quero lembrar que não escrevo isso para denegrir a imagem dos desbravadores bem como a dos aventureiros, até porque eu fiz parte de um clube e sei como funciona o dia-a-dia dele, mas já vi sim fatos como esses acontecerem e precisamos ajudar a acabar com isso. Vivi momentos maravilhosos de minha vida nos desbravadores e recomendo para todos os pais e deixem seus filhos participarem de um clube, de prefêrencia desde novos, começando nos aventureiros, para quem não conhece o trabalho deles eu vou deixar alguns links bastante úteis. Até a próxima.

“LEMBRA-TE também do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento”. Proverbios 12:1.

links:
http://www.desbravadores.org.br
http://www.aventureiros.org.br

Fonte: globoesporte.com

Anúncios

Máscaras do pecado

março 23, 2007

Como eu publiquei há algum tempo atrás, este post é o primeiro da série sobre temas JA, este material pode ser usado no culto jovem da sua igreja, ele foi enviado pelo diretor JA Fábio Rodrigues da igreja de Santana.

Máscaras do Pecado

Máscara da ganância (Lucas 12:13 a 21): No versículo 15 de Lucas 12, Jesus faz uma advertência contra a avareza. No paraíso Adão e Eva quiseram mais do que já tinham e pecaram. A ganância ou avareza tem sido a causa de vários e sérios problemas em nossos lares. Reclamamos de tudo: da casa, da igreja, da comida, até mesmo de nós mesmos, pois nada nos contenta. Na igreja isso tem tomado espaço, e todas as bençãos de Deus que recebemos ainda são pouco. Cuidado com o consumismo ! Procuremos aprender a lição que Paulo mostrou ter aprendido, em Filipenses 4:11. Deixe essa máscara e estaremos convencidos que Deus nós dá o melhor antes mesmo que peçamos.

Máscara da ansiedade (Mateus 6:25 a 32): Se somos ansiosos mostramos falta de fé, e “sem fé é impossível agradar a Deus”. Devemos ter como exemplo o pai da fé, Abraão, que num momento crucial de sua vida soube dizer “Deus proverá”. Jesus é quem nos dá segurança, amparo, inspiração, consolação. Ele é quem sustenta a nossa vida e a preserva. Agindo com ansiedade nos tornamos jovens inseguros, desamparados, sem horizontes,aflitos e fracos. Confiemos em Deus, que tudo pode e que esta atenta as nossas nedessidades.

Máscara da malediscência (Colossenses 3:8): Como apreciamos falar da vida alheia. Sempre que estamos reunidos abre-se o parlamento para a malediscência. Vamos cortar essa parte da liturgia de nossas reuniões e de nossa igreja. De nada adianta cantarmos “quão bom e quão maravilhoso é que os irmãos vivam em união” e depois fazer laços de malediscência (Salmo 141:03). Vamos pedir para o Senhor nos ajudar e dar oportunidade para o Senhor agir. Quem usa essa máscara demonstra que está raquítico espiritualmente. Como novas criaturas precisamos abandonar tudo o que fazia parte de nossa velha natureza, incluindo a maledicência.

Máscara da vanglória (Gálatas 5:26, Filipenses 2:3 e I Coríntios 1:31: O que existe em nós que mereça louvor e Clória ? Em II Coríntios 4:7, são comparados a um simples vaso de barro, para que a excelência seja de Deus e não de nós mesmos. Os dons que possuímos não são de nossa autoria, é obra do Espírito Santo, para que os exercendo Jesus seja glorificado. Usando essa máscara queremos os aplausos e almejamos a glória. Se isso não acontece ficamos tristes e decepcionados e desestimulados, para realizar o que nos vem a mão.

Máscara da omissão (Romanos 2:11): Ser remisso é o mesmo que ser omisso. Deus nos chamou para estarmos diante Dele, não sendo negligentes, (II Coríntios 29:11) usamos essa máscara quando somos vagarosos, jovens descuidados e negligentes.Essa máscara é vista em nós quando “NÃO POSSO, NÃO TENHO TEMPO”, sempre que nso pedem algo ou para ocupar um cargo. E mesmo sem cargo, quando permanecemos inativos enquanto a obra carece de nós. É hora de tirarmos essa máscara e dizermos ao Senhor como Isaías: “- Eis-me aqui, envia-me…”.

Máscara do ressentimentos (I Coríntios 13:05): “… não se ressente do mal…” como tem sido a nossa reação diante das ofensas recebidas? Mostramos amor que resolve criativamente os conflitos ? Ou estamos sempre ressentidos com alguma coisa ? Essa máscara é vista em nós quando somos ofendidos e ficamos emburrados, chegando a nos afastar do trabalho e até da igreja. Já parou para pensar se Jesus tivesse sido uma pessoa ressentida ? Deixe essa máscara e seja uma pessoa que tudo SOFRE, tudo ESPERA e tudo SUPORTA com AMOR.

Máscara da hipocrisia (Mateus 23:25 a 27): O hipócrita é um indivíduo cheio de exterioridades. Muitas vezes usamos essa máscara. Por exemplo: quando dirigimos um sorriso a alguém, porém no íntimo o chamamos de patife, tolo; quando nos alegramoscom o sucesso de alguém, mas nos fundo não é isso que queríamos;quando apertamos a mão do nosso pastor ou até mesmo do nosso irmão, e afirmamos: “Pode contar comigo”, mas na primeira oportunidade falamos mal dele, do seu irmão, de sua família, etc…;quando fazemos elogios fingidos; quando fazemos um trabalho de má vontade, apenas por obrigação, etc…
Porém o trabalho da direção JA estaria muito melhor se não usássemos esta máscara da hipocrisia. Em nome de Jesus vamos tirar esta máscara da hipocrisia e vivermos uma vida sem fingimento. Lembremos que um dia a misericórdia de Deus nos alcançou, nos redimiu e restaurou da condição de miseráveis pecadores.

Máscara da mentira (Efésios 4:25 – Colossenses 3:09): Tal como o velho homem deve ser despido, de uam vez por todas, no ato da conversão, assim também o ato pecaminoso da mentira deve ser abolido para sempre de nossas vidas. No versículo de efésios está destacado o pensamento que somos um só corpo, responsáveis pelo bem estar dele, razão pela qual não podemos mentir, já que isso produz um efeito devastador, desastroso e debilitador no corpo de Cristo, que se fundamenta sobre a verdade. Você faz uso dessa máscara ? Peça ao Senhor que guarde a sua língua de dizer mentiras. Permita que Cristo seja o Senhor da sua língua, e, em nome de Jesus tire a máscara da mentira e deixe a verdade transparecer na sua vida.

Máscara da inveja (Gálatas 5:21 a 26): Sabemos que a inveja é uma das obras da carne, logo é do diabo, que é cheio de inveja. Esta mascara é vista em nós quando nos mostramos diligentes no trabalho do mestre, simplesmente na tentativa de nos equipararmos aquelas sósias consagradas quando em nosso coração ao espírito de competição, para fazer melhor do que a outra, para que o EU sobresaia. Essas atitudes e outras semelhantes não se associam ao JOVEM ADVENTISTA que é dirigido pelo Espírito Santo. Deixe essa máscara cair e seja autêntico, seja feliz com o que você é e tem.

Feliz sábado para todos.

A internet está substituindo o contato físico ?

março 16, 2007

A revista Istoé trouxe na capa a matéria: “Amor na internet”, falando sobre as relações amorosas que começaram na internet e seus desfechos, alguns como o da ex-modelo de 50 anos Isabel Stasiak que descobriu que amor virtual – 44 anos, carioca, engenheiro de uma estatal – era casado e quando revelou isso a esposa, o rapaz romântico e elegante que ela conheceu na internet, quebrou-lhe os dentes e o barraco foi parar na polícia. Outros casos como o da professora Andréia Nunes tiveram um final feliz, quatro meses depois de conhecer seu namorado – ele maorando na Suiça e ela no Brasil – Andréia foi buscá-lo no aeroporto. O romance emplacou e depois foi a sua vez de pisar na Europa. Casaram, têm uma filha e conseguiram convencer amigos e familiares de que o amor entre eles não era somente “fogo de palha” da internet.

Olhando esses casos e outros citados pela reportagem vem a seguinte pergunta: “A internet realmente pode ser uma boa maneira de se relacionar com as pessoas ou ela está substituindo o abraço, o aperto de mão, o olho no olho, enfim o contato físico ?”

“Estima-se que existam no Brasil cerca de 30 sites de relacionamento com aproximadamente cinco milhões de internautas navegando neles.

Por que se paquera e se namora tanto através da internet? Por que tanta gente, homem ou mulher, jovens e maduros, heterossexuais ou gays marcam encontros com quem conhecem apenas virtualmente? Por que tudo isso acontece numa sociedade onde cada vez mais vêm a público violências morais e físicas cometidas justamente nesses encontros a partir daquilo que os especialistas chamam de “namoro teclado”?

Uma resposta é óbvia: a internet é hoje a grande sedutora. Uma fria, impessoal, mas interessante e útil sedutora com todos os maravilhosos e indispensáveis serviços que oferece, e não poderia ser diferente nos seus sites de paquera, convivência e namoro. E como toda ferramenta de sedução pode funcionar para o bem ou para o mal.
A segunda resposta é comportamentalmente mais rica e paradoxal: seja por carência, solidão, timidez, depressão, impulsividade, ansiedade e medo de ficarem sós, as pessoas estão, cada vez mais, buscando companhia – e a moderna arma das relações sociais que entra nesse vazio emocional chama-se internet. Ela cumpre uma função fundamental de aproximar pessoas num mundo cada vez mais interligado e, assim, consegue evitar que muita gente mergulhe em estados de espírito depressivos – já evitou por exemplo, com suas salas de bate-papo, que a professora universitária Nancy Farrwell se suicidasse nos EUA.

Há, porém, o outro lado. Pessoas se tornam internetólatras, dependentes físicas e químicas dela a ponto de a psiquiatria ter criado um novo segmento de estudo somente para esse campo. O grande paradoxo é que dispara o número de usuários dos sites de convivência e namoro, embora as pesquisas mais recentes apontem que somente 2% dos relacionamentos que se iniciam virtualmente dão certo na vida real – dentro dessa exígua porcentagem incluem-se felizes e estáveis casamentos. “Antes, a paquera rolava no barzinho da moda, hoje é pela internet”, diz a psicóloga Luciana Nunes, que atua no Psicoinfo, o mais procurado serviço de orientação aos aficionados por relacionamentos eletrônicos em São Paulo. “A internet preenche carência e solidão, e isso é bom. Mas, por outro lado, se a pessoa estiver constantemente vulnerável, sem as informações que o corpo fornece as defesas psíquicas e emocionais costumam baixar nos relacionamentos virtuais”, diz a psicóloga Andrea Seixas Magalhães, da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Ou seja: as chances de perder a razão e se deixar levar ao sabor das carências diante de um computador são maiores sem o contato físico.E isso explica o aumento de violências cometidas, de forma premeditada, por “psicopatas eletrônicos” que se escondem virtualmente nos sites de paquera e bate-papo. “Esses criminosos se aproveitam da fragilidade e abertura emocional das pessoas”, diz Ubiraci Pires da Silva, delegado titular da Delegacia de Crimes Eletrônicos de São Paulo.

Nas últimas três semanas, o sinal de alerta máximo foi aceso no País a
partir de histórias de amor que começaram romanticamente no mundo quente e aconchegante da virtualidade e acabaram em mesas frias e reais do Instituto Médico Legal. Na cidade de Natal, a corretora de imóveis Célia Damasceno, 42 anos, foi vítima de uma quadrilha que se valeu do Orkut (site de relacionamento do Google, um dos melhores do mundo) para atraí-la amorosamente. Ela começou a se corresponder com um jovem, entusiasmou-se e passou a confiar nele, e do entusiasmo e da confiança brotou a paixão – sobretudo porque o moço, lábia não nos lábios que falam, mas nas mãos que teclam, também se dizia apaixonado. Marcaram um encontro para um churrasco na praia de Genipabu e, de lá, Célia nunca mais retornou. Ela usava tanto e tão compulsivamente o computador que até deixou-o ligado quando saiu de casa para o churrasco e ligado ele permaneceu ao longo de sua ausência. Não mais seria ela a desligá-lo. A sua filha entrou na página da mãe no Orkut em busca de alguma pista e suspeitou de um garoto. Inteligentemente, criou então um falso perfil, combinou de vê-lo pessoalmente e avisou a polícia. Todos foram presos. Célia fora assassinada a pauladas.

“A internet é um bom meio sim de conhecer as pessoas, mas deve-se tomar muito cuidado entre a barreira que separa o virtual do real, não se pode acreditar em tudo o que encontramos na rede, muitas pessoas criam personalidades falsas na rede para tirar proveito de outras ou até para cometer crimes, como foi o caso da Célia, em hipótese alguma podemos substituir a convivência física pela companhia de uma máquina.

A bíblia diz em Mateus 24:12: “E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará. Com isso também esfria o contato, o carinho, o afeto uns pelos outros, em nossas orações, vamos pedir que Deus nos ajude a aproveitar tudo de bom que a internet pode nos oferecer, mas sem cair nas armadilhas disfarçadas que existem na world wide web”.

fonte: Istoé

Caso de menina de Joinville – parte 5

março 13, 2007

Pedreiro estava bêbado quando matou menina, diz polícia

A polícia de Santa Catarina afirma que prendeu o autor de um crime que chocou o país na semana passada. Segundo os policiais, um pedreiro de 22 anos confessou que violentou e estrangulou Gabrielli Cristina Eichholz, de 1 ano e meio, em uma igreja adventista de Joinville (SC), no dia 3. Ele disse que estava bêbado quando abordou a criança.

Gabrielli tinha ido a um culto com parentes, foi deixada em uma sala para brincar com crianças e desapareceu. Mais tarde, ela foi encontrada em um tanque de batismo da igreja. A menina sofreu violência sexual e apresentava sinais de estrangulamento.

Depois de dez dias de investigação, a polícia anunciou o fim do mistério que envolvia a morte de Gabrielli. Um homem de 22 anos foi preso em Canoinhas (SC) e teria confessado o crime.

De acordo com a polícia, O.G.R. trabalhava como pedreiro em Joinville. Em depoimento, ele teria afirmado que estava bêbado e passava pela rua quando viu a menina brincando no pátio da igreja. “Ele resolveu entrar. Segundo ele, a menina estava sozinha e (ele) acabou levando a vítima para o lugar onde cometeu o crime”, disse o delegado Rodrigo Gusso, responsável pelas investigações.

O suspeito teria dito à polícia que violentou Gabrielli dentro da igreja. Logo em seguida, fugiu da cidade.

“O desespero já passou. Agora não tenho palavras nem lágrimas. Não tenho mais nada. Só o coração abalado”, lamentou a mãe de Gabrielli, Andréia Eichholz.

Fonte: Globo.com.

Escolas primárias britânicas ensinarão contos infantis gays

março 13, 2007

A iniciativa piloto foi criada para familiarizar as crianças com as relações homossexuais e adaptar o currículo a um conjunto de novas leis que entra em vigor em abril, conhecido como Ato de Igualdade, que visa reduzir desigualdades sociais e eliminar discriminação no país.

Uma das fábulas, King & King (Rei e Rei), conta a história de um príncipe que rejeita três princesas antes de se apaixonar e se casar com o irmão de uma delas.

Outro conto de fadas mostra uma menina com duas mães e há ainda uma história sobre a relação de dois pingüins machos em um zoológico de Nova York.
O projeto, que está sendo testado em 14 escolas primárias do país, foi desenvolvido pela Universidade de Sunderland.

“O objetivo é ajudar as escolas a atingirem seus requerimentos sob o Ato de Igualdade. Há muito pouco disponível no momento para permitir que eles atendam às necessidades de todos os alunos”, disse Elizabeth Atinkson, da Universidade de Sunderland, ao jornal Daily Mail.

Mas o projeto está gerando protestos de grupos católicos, que consideram o os livros como “material didático inapropriado”.

“As previsões de que as novas leis resultariam na promoção ativa da homossexualidade nas escolas estão virando realidade”, disse Simon Calvert, do Instituto Cristão.

O governo diz que cada escola poderá decidir o que irá ensinar mesmo depois que as leis do Ato de Igualdade entrarem em vigor.

Não é necessário o contato de crianças tão novas com o estilo de vida gay para eliminar o preconceito, é preciso ensiná-las a ter respeito por todo o ser humano, a bíblia no diz em Mateus 22:39: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo”.

O convívio quase direto com essa realidade pode acabar direcionando no futuro a escolha sexual dessas crianças, o que vai completamente contra a Bíblia e contra aquilo que Deus estabeleceu no Éden: “Por isso deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á a sua mulher”. Marcos 10:7.

Como alcançar a paz interior ?

março 8, 2007


A revista Época dessa semana tem como matéria de capa o assunto: “Paz interior – Como respirar num mundo irrespirável ?”

A matéria se baseia em uma pesquisa feita pela revista para saber a opinião das pessoas a respeito da pergunta acima e também a opinião de personalidades de várias áreas como música, televisão, esportes, artes e etc…

Nos dados da pesquisa, entre respostas como: fazer o bem ao próximo, estar com a família, ler um bom livro…; em primeiro lugar, com 28% por cento, ficou a resposta “ter fé em Deus”, e entre as personalidades que foram entrevistadas, algumas delas, como o técnico Bernadinho por exemplo, disse que encontra a paz interior estando de consciência limpa, o músico Nando Reis, disse alcançar a paz interior tocando violão e estando com seus filhos, a cantora Negra Li, disse que alcançou a paz interior em uma igreja evangélica.

A matéria é interessante porque mantêm a neutralidade nas respostas, tentando não direcionar a conclusão para que o leitor tenha uma visão de que isso ou aquilo é a maneira certa de alcançar a paz interior, mas sim, deixa-o à vontade para tirar suas próprias conclusões.

Apesar de muitas receitas serem criadas com o objetivo de alcançar a paz, coisa que o homem tem buscado em toda a sua esxistência, não existe paz melhor do que aquela que vem do Pai:

“Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize”. João 14:27.

Um dia para as mulheres…

março 8, 2007


Quando chega essa data nós homens perguntamos, de maneira humorística: porque não existe o dia internacional dos homens ?

Analisando a fundo a questão,é fácil encontrar uma resposta, basta olharmos para o passado e observarmos a história da humanidade desde o início, Eva, foi quem comeu o fruto primeiro, deu início ao pecado, com certeza esta mulher carregou essa culpa pelo resto de sua existência, porém, seguiu em frente ensinando seus filhos a obedecerem a Deus. A mulher (principalmente nas sociedades orientais) sempre era considerada em segundo plano, aquela que dava luz aos filhos, que cuidava da casa (não que isso seja ruim, pelo contrário, é no lar que se forma o ser humano), em alguns casos piores, ela era a mercadoria, desprezada como pessoa apta a desnvolver atividades de liderança, administração entre outras coisas, porém, seguiu em frente
resistindo a todas as formas de humilhação que sofria, levantando a bandeira da independência.

Hoje, muitos dos fatos citados neste texto ainda são a realidade de muitas mulheres, apesar de todas as conquistas, ainda elas precisam lutar muito, muito mesmo, para conseguirem o que querem, e muitas mulheres não contribuem para essa vitória, não honram seu valor,
não reconhecem sua importância como pessoa e como parte integrante e atuante em uma sociedade, mas ainda sim elas seguem em frente.

Para todas vocês mulheres, parabéns pelo seu dia, que na verdade, não é só um dia, mas sim, como acabamos de ver, são muitos e muitos dias, para alegrar ainda mais esse dia colorido, charmoso, inteligente e elegante, gostaria de deixar algumas frases inspiradas pelo Criador, aquele que realmente conhece todas as mulheres:

“A mulher graciosa guarda a honra como os violentos guardam as riquezas”. Provérbios 11:16

“Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis”. Provérbios 31:10

“Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa sim será louvada”. Provérbios 31:30

“Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti”. Isaías 49:15

“Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo”. Efésios 5:28

“Igualmente vós, maridos, coabitai com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais fraco; como sendo vós os seus co-herdeiros da graça da vida; para que não sejam impedidas as vossas orações”. 1 Pedro 3:7

Mulheres, parabéns pelo seu dia.


%d blogueiros gostam disto: